CORREALIZAÇÃO

A Casa Fedrigoni é uma correalização da Fedrigoni Brasil Papéis, do IED – Instituto Europeu de Design e da ABER – Associação Brasileira de Encadernação e Restauro.

 

Fedrigoni

A Fedrigoni é a líder global em papéis especiais. Foi fundada em 1888 em Verona. Atualmente seu catálogo de produtos inclui mais de 13.000 itens. É responsável por linhas como Color Plus, Markatto, Pergamenata, Vergê Plus e Color Fluo. Fabrica ainda papéis de segurança, incluindo papel-moeda, base para cédulas do Euro e do Real.

A empresa é detentora da marca Fabriano, fundada no século XIII na cidade italiana de mesmo nome. Essa longa e nobre história pode ser reconhecida nas cartas de Michelangelo Buonarroti, nos livros impressos por Giambattista Bodoni, nas partituras musicais de Ludwig van Beethoven e em obras de Geórgia O’Keeffe, Francis Bacon e Bruno Munari.

A Fedrigoni Brasil Papéis mantém uma fábrica em Salto, interior de São Paulo, com 98 mil m2. As instalações preservam a arquitetura e o cenário presentes na edificação do século XIX. Em 1978, a empresa iniciou a fabricação do papel-moeda no país – tornando-se a única produtora de papel para cédulas na América Latina. A unidade brasileira exporta para mais de 130 países.

 

IED

O IED – Instituto Europeu de Design é uma instituição de educação internacional voltada à formação e práticas profissionais nos mais variados campos do design e da gestão de negócios criativos. Conta atualmente com 11 sedes na Itália, na Espanha e no Brasil.

Desde sua inauguração, em 1966, o IED se apresenta como um centro de propostas fortemente inovadoras, com um modelo educacional pragmático e culturalmente rico, apoiado na síntese do pensamento do seu fundador Francesco Morelli: “Saber e saber fazer”. Em constante aprimoramento, como um beta permanente, está em sintonia com as transformações locais e globais.

Nova Economia, Sustentabilidade, Serviços e Tecnologia estão entre os principais eixos-estruturantes dos percursos formativos oferecidos pelo IED, que têm como base a cultura do projeto amparada na experiência do “Made in Italy”.

No IED Brasil, essa tradição estabelece diálogo com a busca contemporânea por um Design Tropical capaz de contribuir efetivamente para o desenvolvimento social, econômico e humano nas realidades onde atua.

Em todo o país, por meio do Cried, seu centro de centro de inteligência, inovação, pesquisas avançadas e desenvolvimento, a instituição realiza projetos de pesquisa, formação e consultoria voltados à inovação, sempre sob o prisma do design estratégico.

Na faculdade em São Paulo e na escola no Rio, o IED difunde, promove e ensina o design como visão de mundo, abordagem e atuação profissional. Tornar o design acessível às comunidades e organizações significa conectar pessoas às suas paixões, permitindo que encontrem significado no que fazem. O IED prepara pessoas transformadoras para cenários em transformação.

 

ABER

A ABER – Associação Brasileira de Encadernação e Restauro tem como objetivo o fomento e o intercâmbio de conhecimentos nos campos da encadernação, conservação e restauração de livros, acervos bibliográficos e documentais, assim como o incentivo à formação profissional qualificada e a prática da encadernação artística.

A entidade sem fins lucrativos foi fundada em 1988, em São Paulo, por um grupo pioneiro de encadernadores e restauradores, que incluiu alguns dos principais defensores desses ofícios, como Thereza Brandão Teixeira, Guita Mindlin, Marisa Garcia de Souza, Luís Otávio Louro Gomes e Márcia Toledo.

Como decorrência de sua visão multidisciplinar, incorporou às suas atividades o estudo, a pesquisa e a divulgação das produções editoriais e de obras poéticas visuais sob o conceito de livro de artista, além de atividades educativas junto a instituições de ensino superior, escolas e eventos culturais, a exemplo da FLIP.

Em conjunto com outras instituições, a ABER elaborou o Código de Ética do conservador-restaurador e participou das discussões relativas ao projeto de lei que prevê o reconhecimento dessa profissão.

Em seus 30 anos, a ABER promoveu mais de 600 cursos, palestras, seminários e oficinas, com especialistas renomados do país e do exterior, totalizando cerca de 40 mil horas-aula para mais de cinco mil alunos.